Blog Pepot

Revender bijuterias: 5 erros comuns e como evitá-los!

5 erros comuns ao revender bijuterias e como evitá-los! Veja neste post os erros mais comuns e dicas para evitá-los!

187

Revender bijuterias: 5 erros comuns e como evitá-los!

Aprenda neste post como evitar os 5 erros que toda pessoa comete ao revender bijuterias! E o melhor de tudo: aprenda também dicas para evitá-los e lucrar muito mais!

Empreender no ramo de revenda de bijuterias é um negócio muito promissor, afinal, toda mulher ama estar sempre na moda e usar peças que realcem sua beleza e estilo!

Se você está pensando em começar a vender bijuterias deve conhecer muito bem todas as oportunidades e ameaças que podem fazer o seu negócio decolar ou ter um grande prejuízo. Sabendo disso, separamos neste post os 5 maiores erros que toda pessoa comete ao revender bijuterias! E o melhor: ainda ensinamos você dicas para evitar cometê-los!

E então? Bora aprender quais são eles?

ERRO 1 – Investir todo dinheiro em um produto da moda

É claro que como revendedora de bijuterias você pode e deve estar sempre atenta à tudo o que está na moda, e deve sim oferecer esses produtos às suas clientes. Mas por outro lado, você deve ser criteriosa ao escolher os produtos que vai revender, pois mesmo um determinado tipo de bijuteria estando na moda não quer dizer que ela vai agradar o gosto pessoal e perfil de suas clientes.

A moda muda bastante e com muita rapidez, então tome muito cuidado ao investir todo seu dinheiro em uma peça que está super na moda, pois você poderá ficar com o estoque encalhado caso essa moda deixe de estar em alta.

COMO EVITAR?

Compre as peças da moda em quantidade moderada para testar a aceitação das suas clientes, se as peças venderem bem faça a reposição. Procure também encontrar peças que tenham a referência do que está na moda, mas que tenham o estilo do seu público-alvo.

Por exemplo, as gargantilhas choker estão na moda certo? Então ao escolher as chokers para revenda leve em consideração o perfil de suas clientes. Se o seu público-alvo gosta de peças com acabamento rústico as chokers de couro com pingentes de prata envelhecida podem ser uma ótima opção. Já clientes com gosto refinado que preferem peças delicadas podem se apaixonar por chokers finas com pedras de strass e zircônia.

ERRO 2 – Não conhecer o perfil de suas clientes

Muitas pessoas na hora de comprar bijuterias para revender compram as peças baseadas em suas preferências pessoais e ignoram o perfil, desejos e necessidades dos seus clientes. Resultado: as peças ficam mais difíceis de vender pois não atendem ao perfil dos seus compradores.

COMO EVITAR?

Fique de olho na sua clientela, observe o tipo de peças que eles usam, pesquise nas redes sociais o que há de novo e escolha as peças mais bonitas e de qualidade para oferecer às suas clientes.

Desconto de 50% para compras acima de R$ 300,00

ERRO 3 – Não se atentar a sazonalidade dos produtos

Comprar peças de bijuteria para revender tem que ser algo planejado e pensado levando em consideração também as datas comemorativas.

É muito comum as pessoas montarem seus estoques esquecendo de escolher peças para atender a clientela que compra em datas especiais para presentear seus entes queridos ou para usar em ocasiões especiais.

 

COMO EVITAR?

Compre seu estoque com antecedência e comece o trabalho de divulgação pelo menos duas semanas antes para ter tempo hábil de vender as bijuterias antes das datas especiais e comemorativas.
Monte também um cronograma com as datas importantes (natal, ano novo, dia dos namorados, dia das mães e etc.) assim você vai estar sempre com um bom estoque em mãos para atender suas clientes da melhor forma possível e ganhar muito mais!

ERRO 4 – Não armazenar as bijuterias adequadamente


Ao comprar bijuterias muitas pessoas não armazenam as bijuterias adequadamente, deixam apenas nas cartelas sem guardar em saquinhos próprios e acabam perdendo pedras, peças, deixando as peças escurecerem ou riscarem por não estarem devidamente armazenadas, causando prejuízos.

COMO EVITAR?

Ao comprar suas bijuterias para vender armazene-as adequadamente, em saquinhos plásticos individuais, sem amontoá-las uma em cima das outras para que as peças se mantenham bonitas perfeitas para a revenda.

ERRO 5 – Tentar ter de tudo um pouquinho

Um erro muito comum que muitas pessoas cometem é tentar ter todo o tipo de bijuteria existente para tentar agradar todo mundo!

Existem tipos diferentes de bijuterias e cada tipo vai agradar um perfil de cliente em potencial, porém, é importante você escolher com exatidão o tipo de peças com as quais você deseja trabalhar: peças rústicas (boho, ouro velho, prata velha); peças de bijuteria com acrílico e plástico, peças de bijuterias artesanais feitas com materiais naturais (couro, sementes, miçangas) ou bijuterias finas que são semelhantes às semijoias com um melhor acabamento e com pedras de zircônia.

Se você tentar trabalhar com todos os tipos de peças existentes corre o risco de não ter uma identidade, você não vai ser especialista em nenhum tipo de peça e não vai atender seu cliente alvo com eficácia.

COMO EVITAR?

Defina especificamente seu público alvo e o tipo de peças que mais atraem esse público e foque todos seus esforços para conseguir o estoque focado neste modelo de peças. Se você tentar abraçar o mundo vai ter um estoque muito variado sem personalidade e identidade.

Se você gostou deste post “Revender bijuterias: 5 erros comuns e como evitá-los!” confira mais em nossa seção de empreendedorismo > Seja Empreendedora!

Comentários